San Diegirls

O Blog Mágico de San Diego

Blog

T?o Ontem

Posted by San Diegirls on August 5, 2010 at 7:00 PM Comments comments (0)



Título: Tão Ontem

Autor(a): Scott Westerfeld

Editora: Galera Record

Número de páginas: 320


Você já pensou em quem foi o primeiro a usar a carteira presa por uma corrente ou quem começou a usar calças grandes demais de propósito? E o primeiro a usar o boné virado para trás? Esses são os Inovadores, as pessoas no topo da pirâmide de consumo. Aos 17 anos Hunter é um Caçador de Tendências, os segundos na pirâmide. Seu trabalho: identificar o que há de mais novo e legal para o mercado seguir. Seu modus operandi: observar sem se envolver. Mas a partir do momento que ele conhece Jen, uma Inovadora, ele não consegue evitar se envolver. E muito.


A dupla é chamada para uma reunião misteriosa com Mandy, chefe de Hunter. Mas o encontro não acontece e tudo que descobrem é o celular de Mandy em um prédio abandonado. De uma hora para outra, Hunter e Jen se vêem envolvidos em uma guerra do mercado: um carregamento repleto com os tênis mais legais que já viram, anúncios de produtos que não existem e um obscuro grupo dedicado a desmantelar a cultura consumista como conhecemos.



Vou começar logo admitindo: eu levo a capa em consideração quando vou ler um livro. Porque bom, se eu não gostar nem da capa, quem sabe se vou gostar da história? Sei que não tem nada a ver, mas meu subconsciente trabalha assim. E a capa de Tão Ontem é linda. Então, já faz algum tempo que o livro me chamou a atenção na livraria, apesar de a sinopse não dar uma ideia muito boa sobre o que acontece.

 

Isso começa a ficar mais claro à medida em que se vai lendo o livro, e sabemos mais sobre Hunter e o que ele faz. Que é basicamente prestar atenção no que os outros fazem, e, quando vê algo interessante, copiar. A personalidade dele reflete isso, de certo modo; quando ele e Jen percebem que Mandy talvez esteja em perigo, é Jen quem lidera a situação, como boa Inovadora, e Hunter a segue. Então, por assim dizer, Hunter é mais um narrador do que um personagem ativo na maior parte do livro.


Jen é a Inovadora que Hunter conhece no início da história, e a única com quem ele realmente conversa depois de pegar a “inovação” que ele queria. Ela é quem lidera a maior parte da história. Que invade prédios, entra em festas sem ser convidada, se submete a uma crise de epilepsia para provar um ponto, etc. E faz com que Hunter a siga.

 

Um ponto interessante do livro é perceber como nós estamos acostumados a marcas; logo no começo, Hunter afirma que não pretende fazer propaganda ao relatar sua história, portanto não vai usar nomes de marcas registradas (exceto o Google – porque, segundo ele, não iria muito longe se não pudesse usar a palavra “Google”). Ao invés de dizer a marca, ele faz uma breve descrição da logomarca, ou relaciona o nome a algo, ou descreve o produto. E mesmo assim, dá pra deduzir sem muita dificuldade todas elas.

 

Tão Ontem leva três estrelinhas sorridentes, porque é um livro divertido e de leitura rápida, mas deixa a desejar em alguns pontos; a história é um pouco confusa, e ao final do livro você não tem muita certeza do que melhorou ou piorou para os personagens ou a sociedade onde eles estão. Mas vale a leitura.

 


 

Resenha por Ana Carla


Categories