San Diegirls

O Blog Mágico de San Diego

Blog

Suzanne Collins fala sobre o roteiro de Jogos Vorazes

Posted by San Diegirls on December 11, 2010 at 10:10 PM

Uma garota corajosa de 16 anos reina nas listas de mais vendidos esses dias - Katniss Everdeen, a estrela da trilogia Hunger Games, de Suzanne Collins. O primeiro livro da série (Jogos Vorazes) sozinho vendeu mais de 2,9 milhões de cópias e passou mais de 100 semanas consecutivas na lista de mais vendidos do New York Times. Collins imaginou a história alguns anos atrás enquanto mudava entre canais de TV e imagens de reality shows e a guerra do Iraque se uniram em sua mente.


O mundo distópico de seus livros mostra um governo que faz o que for necessário para controlar seus cidadãos, até mesmo realizar uma loteria anual que coloca os azarados ganhadores - todos crianças - uns contra os outros, lutando até a morte numa arena ao ar livre enquanto o país inteiro assiste pela TV.


Collins, que recebeu críticas pela violência entre crianças nos três livros, responde destacando a poderosa mensagem antiguerra da história. Ela também nota que nem todos vêem os livros como histórias de guerra. "Pessoas vêem os livros de maneiras diferentes - como romance, distopia, ação, política. Então parece haver mais de um caminho no enredo."


Se de alguma maneira você ainda não tiver ouvido sobre Katniss e seus companheiros do Distrito 12, você ouvirá em breve. Agora que os livros terminaram (com a publicação de Mockingjay nos EUA em agosto), todos os olhos estão voltados para os filmes. O primeiro, que será dirigido por Gary Ross (Seabiscuit, Pleasantville), não sairá antes de 2012, mas os fãs já discutem fervorosamente sobre quem deveria ser Katniss na tela grande - Kaya Scodelario? Alexandra Daddario? Emma Watson? Felizmente, Collins, uma roteirista experiente com vários programas infantis em seu currículo, escreveu o rascunho do roteiro e diz que a Liosngate, que tem os direitos sobre os filmes, "estabeleceu um diálogo comigo, me fazendo sentir que minha opinião é valiosa e bem-vinda."


"Obviamente, você tem que tirar algumas coisas," ela diz sobre o processo, "mas é mais que uma questão de condensação. Você quer preservar a essência enquanto faz o filme ser independente. É uma arte."


Fonte: EW.com


Traduzido por Ana Carla

Categories: Distrito 13, Editora Rocco, Suzanne Collins

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments

Categories

O site magico de San Diego


banner

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Parcerias

Site Parceiro

O que Ana anda lendo


O que Gani anda lendo


O que Isa anda lendo

Apoiamos!

Desafio Nacional

 


Photobucket




Twitter


Orkut


Subscribe To Our Site